Chuva leva alívio à Chapada

Do ATarde Online
Por Edson Borges, da Sucursal de Feira de Santana, e Redação

As chuvas estão chegando na Chapada Diamantina, dando uma trégua nos incêndios que estavam acontecendo em vários municípios da região. A mudança no tempo ainda não garante o início do período chuvoso, mas já foi iniciada uma gradual desmobilização do grande aparato montando para combater o fogo, que incluiu reforços de Brasília e do Rio de Janeiro.

Vários rios já reviveram, voltando a correr com a água barrenta característica das enxurradas e com a força e a beleza das corredeiras nas pedras que formam o leito da maioria deles na Chapada. Um dos que estão com maior recuperação de água, nos últimos dias, é o Piaba, que fica em Mucugê.

O Corpo de Bombeiros e o Prevfogo de Brasília, que deslocaram, respectivamente, 30 e 25 homens, já começaram a arrumar as malas. O mesmo está acontecendo com o Prevfogo do Rio de Janeiro, que enviou 36 homens. Eles devem ficar na região no máximo até segunda-feira, 24.

Isso não quer dizer, entretanto, que a possibilidade de novos incêndios esteja descartada. Portanto, o 11º Grupamento de Bombeiros Militares, sediado em Lençóis, e as brigadas do Parque Nacional da Chapada Diamantina continuarão em alerta. Até a última quinta-feira, 20, não havia mais nenhum foco de fogo e as chuvas chegaram a cerca de 45 milímetros, molhando bem boa parte da região afetada.

“Continuamos com todo o nosso efetivo de prontidão, inclusive uma aeronave da Polícia Militar e outra do Instituto do Meio Ambiente. Durante cerca de 15 dias, estaremos plenamente mobilizados, monitorando a situação”, garante o tenente-coronel PM Miguel Filho, comandante dos bombeiros.

INGÁ – O avanço de uma frente fria vinda do Sudeste brasileiro em direção ao sul da Bahia, associado à Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), manterão o céu nublado e com chuvas entre sexta, 21, e domingo, 23, em várias regiões da Bahia. As informações foram divulgadas ontem pelo Centro Estadual de Meteorologia do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá).

De acordo com o meteorologista Heráclio Alves, em áreas isoladas das regiões do São Francisco, oeste, sudoeste, Chapada Diamantina, Recôncavo e sul do Estado, há possibilidade de chuvas fortes, embora a previsão para essas áreas seja de céu nublado a parcialmente nublado, com chuvas moderadas e fracas. Heráclio explica que as chuvas vêm reduzindo os focos de queimadas nas regiões oeste, sul, sudoeste, São Francisco e Chapada Diamantina (onde tem chovido em todos os municípios) e a previsão para os próximos dias é que estas condições permaneçam.

Entre o dia 1º e o dia 20 deste mês, foram detectados 3.316 focos de queimadas na Bahia, sendo grande parte deles, em torno de 60%, registrados nas regiões da Chapada Diamantina, sudoeste e São Francisco, o que significa uma redução de 16% em relação ao mês passado, quando foram registrados 3.930 casos. Mas comparando com o mesmo mês de 2007, as queimadas registradas representam um aumento de 308%, quando foram registrados 812 focos de incêndio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: