GVT chega para dividir mercado com a Oi Velox

ATarde Online

Consumidores de telefone fixo e de internet banda larga de Salvador ganharam uma nova opção na prestação de serviços. A GVT, empresa com sede no Paraná, lançou nesta quinta-feira, 18, o seu porfitólio de produtos em Salvador. São serviços de telefonia fixa, residencial e coorporativa, e de internet com velocidades que variam de um a 20 mega.

Até pouco tempo, duas empresas ofereciam serviço de telefonia fixa em Salvador, a Oi e a Embratel (Livre). Recentemente, a Tim também passou a operar este serviço. Já a internet através do sistema ADSL, utilizado pela GVT, só está disponível em Salvador para clientes Oi Velox.

A empresa chega a Salvador com preços agressivos em relação ao que é praticado no mercado. Na Oi Velox, o pacote de 1 mega mais 350 minutos de ligações custa R$ 164,90. Este valor não inclui provedor de acesso. Na GVT, o plano com 300 minutos para chamadas mais internet de 1 mega custa R$ 101,15. A GVT não obriga o consumidor a contratar provedor.

Na tecnologia ADSL, os sinais de dados (internet) e as ligações telefônicas trafegam pela mesma fiação. É por isso que o consumidor não pode utilizar na mesma linha telefônica serviços serviços das duas empresas simultaneamente. No valor cobrado pelas duas companhias telefônica não está embutido o aluguel do modem, que também pode ser comprado em lojas especializadas.

Nos dois casos, a contratação do serviço de internet também está associada à contratação do serviço de telefonia fixa. O vice-presidente da Unidade de Varejo da GVT no Brasil, Alcides Troller Pinto afirma que, na composição dos pacotes, o modem muitas vezes é fornecido em sistema de comodato e que não há necessidade de contratação de um provedor, o que barateia o custo da GVT em relação a outras operadoras

“Comparar preço é um assunto delicado se o consumidor não observar os serviços associados ao pacote que está contratando”, afirmou o executivo da GVT. De acordo com ele, a empresa já colhe bons resultados com os consumidores baianos. “Fizemos uma pesquisa de mercado e constatamos que cerca de 50% dos usuários de serviços como os que oferecemos estão insatisfeitos com a sua operadora”, disse.

De acordo com ele, também foi levantado o perfil do consumidor baiano como uma pessoa receptiva a novidades do mercado e atento às novas tecnologias. “Observamos, também, que o baiano é um bom negociador, sabe observar se o serviço que é oferecido atende às suas necessidades”, disse.

Há oito anos no mercado, a GVT atende as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, contabilizando mais de 1,54 milhão de linhas telefônicas. Salvador é a porta de entrada da operadora no Nordeste. Com um investimento inicial de R$ 50 milhões a empresa possui capacidade inicial para atender a 45 mil usuários de telefonia fixa e internet.

A estimativa é aumentar o atendimento para 65 mil usuários em dezembro de 2008 e 85 mil até junho de 2008. Neste primeiro momento, a GVT está em Amaralina, Barra, Caminho das Árvores, Canela, Comércio, Graça, Jardim Apipema, Pituba e Vitória. De acordo com Alcides Pinto, os bairros foram selecionados de acordo com a demanda e a abrangência do serviço será ampliada a medida que forem instaladas as novas redes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: